Erro meu.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Não é preciso muita reflexão para sentirmos o poder de um ''eu te amo''. Não devia ter mencionado tal sentimento para ti. Sabe como é, a partir do momento em que uma pessoa sabe que você a ama, as coisas mudam. Os sentimentos mudam.
Surge uma necessidade de caminhar lado a lado, como se não existisse um próximo passo se não de mãos dadas.

O ser humano em geral é assim, sabe o valor de tudo menos do que tem. E acaba colocando a perder, mesmo que sem querer, é como uma ambição pelo o que não se tem.
Se entregar por completo à alguém se torna um erro, depois que o primeiro ''eu te amo'' sumiu para sempre.

Você constrói um sistema de alerta dentro de si, e ele te avisa quando os próximos sentimentos podem chegar. Você começa a evitar encontros e até reencontros, fugindo de uma partida, partindo.

Tudo que é fácil demais acaba perdendo a graça, os sentimentos se tornaram fáceis e perigosos demais. As vezes é bom fazer um joguinho com a vida, não seja disponível, não se entregue primeiro.
Aprendi isso sendo abandonada. Valorize-se, valorize todo sentimento que possa sentir por alguém. E não meça esforços para tirar alguém da sua vida, isso mesmo, seja indiferente.








Quem realmente quer ficar, fica.


O melhor da vida.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Gostoso é sentir o cheiro do perfume que fica na nossa roupa ao abraçar quem adoramos, gostoso mesmo é ouvir a respiração de quem pegou no sono ao telefone. É maravilhosa a dor nas bochechas de tantas risadas, é bom também as lágrimas de alegria. Gostoso é ouvir sua música predileta tocando no rádio, é caminhar sem ter hora pra voltar com as melhores companhias, é chorar por um filme bobo ou até mesmo um programa de TV. Ainda mais gostoso é o aperto que fica ao ler a última página de um livro, é ouvir um ''fica'' em uma despedida.

Deitar no peito de alguém e sentir seu coração é tão gostoso quanto fazer cócegas em uma criança de 4 anos, é incrível como um abraço inesperado pode ser bom.
Gostoso também aquele cheirinho de terra molhada, e de chocolate quente, gostoso é a sensação de estar apaixonado, é o frio na barriga ao encontro.

Gostoso o calor do sol nos dias de frio e a sombra no dias quentes...
Mas acima de tudo, gostoso mesmo é amar sem limites, sem medo de ser feliz.





Naquela noite.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Estávamos tão exaustos que dormimos, mesmo sob o intenso barulho de nossas respirações.
Fiquei te observando até ter certeza de que aquilo tudo era mesmo real. Relembramos de tudo, de cada risada, das brincadeiras sem horas e até de nossas secretas aventuras.
Como se tudo não tivesse mudado, como se eu ainda fosse a tua branquinha.
Eu sabia que você me faria chorar em meio a nossa conversa, mas mesmo assim, eu me mantive lá porque te amava.
Amei também todo aquele momento só nosso, dividir minha nova vida que agora não anda mais ao teu lado.
Suspirei com cada olhar, e senti saudade. Muita saudade.

Acredite pensei em voltar, em te ligar até mesmo telepatia se tornou opção. Mas não voltei, não liguei e de fato não me comuniquei com você. Não por falta de vontade, mas sim pela ausência da coragem.
Mas eu adormeci. No calor imaginário do teu abraço.
Estou perdida, sempre estive.




Perdida em algum lugar dentro de você.

Meu eterno.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Eu prometi com todas as minhas forças te tirar daqui.
Mas você precisou me dizer apenas ''Oi'' que eu já senti toda a nossa magia, sou boba.

Me deixei levar, com a ideia de que um dia você sairia da minha cabeça da mesma forma que entrou.
Agora estou  te escrevendo mais um vez...

Não vou mais dizer a última, não quero mais acreditar que um dia eu te esqueça.
Porque é como dizem, tudo que realmente é verdadeiro levamos para o resto de nossas vidas.
E eu sei, que é e foi verdadeiro.

Talvez o nosso fim, não tenha ponto final quem sabe apenas um virgula?
Eu fugi, abandonei tudo na esperança de abandonar você também. Mas não é assim que as coisas funcionam, porque mesmo aqui 100 km aproximadamente longe de ti eu sinto teu cheiro e ouço a tua voz me dizendo que tudo vai dar certo. Sinto teu abraço e até vejo você na próxima esquina. Loucura não é?

Meu porto seguro se tornou nas lembranças daquelas férias de verão, aquela em que você me puxava para o fundo de uma piscina qualquer, os nossos invernos sempre juntos em baixo daquela coberta azul desbotada que eu tanto adorava.
Só lembranças me restaram.
Hoje mais do que nunca, eu te prometo nunca te esquecer. Não me permito te esquecer.
Abraço forte todos os sentimentos puros ainda que gastos com o tempo são teus.

Me perdoe por te escrever, me perdoe por te amar.



É você.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Um dia, vai aparecer alguém na sua vida e tirar tudo do lugar. Seus pensamento não serão mais os mesmos, teus desejos mudaram e até tuas prioridades irão se inverter, vai mudar teus hábitos, tuas opiniões em sentimentos, seus filmes e até mesmo teus livros de cabeceira.

Vai mudar teus sorrisos e vai sumir com teus medos mais bobos. Teus programas não serão mais os mesmos, até as músicas que eram tão suas não farão sentido agora.
Essa pessoa vai virar teu mundo do avesso, até você ver que é esse o lado agradável da vida. Você vai mudar os teus planos e até teus sonhos.
Fará você se superar a cada dia acreditando em estrelas cadentes, e em um futuro próximo.
Teu bicho papão vai ser a despedida. Quando essa pessoa chegar, você acreditará em destino e até mesmo em sorte. As coisas se tornaram simples porém lindas. Você vai querer mostrar teus lugares preferidos, tuas manias e até mesmo tuas falhas. Você vai regar em ti um sentimento tão belo quanto já sentiu.
Não terá hora para sonhar, será no banho, no carro ou até mesmo da sala até a cozinha. 
Será inacreditável a paz que um olhar, um toque, um cheiro podem passar. Você vai suspirar a cada andar, vai pensar em um futuro, em um amanhã.
Essa pessoa vai te fazer vibrar com cada sorriso, cada brincadeira boba. Vai te fazer crescer.

Estando sempre ali, apenas porque a companhia lhe faz um bem danado. Essa pessoa vai te abraçar caso haja quedas, será teu porto seguro.
Aquela que você sempre esperou.



Amor próprio.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Primeiramente se ame. Ame mesmo, venere teu sorriso, teu jeito e até seu corpo fora de forma.
Ame até a mania que você tem de se apegar ou se desapegar, ame teus próprios sentimentos.
Se vista de uma forma em que você se sinta bem, a forma em que te agrada.
Ame tua voz, teu timbre rouco e até seus soluços.

Não te contente, se esforce até gostar do se jeito de andar. Mesmo que tropece a cada pedra que surgir.
Ame teus momentos, sejam eles de fúria, alegria ou amor. Não deixe eles de lado. Ame-os.

Goste do seu peso, e de sua altura. Acredite em algum momento da vida você encontrará o sentindo para cada linha sua.
Sorria, e se ame. Sorrir faz parte da felicidade.
Ame as suas palavras ditas sem pensar, ou até mesmo as ensaiadas por horas.
Elas são suas, e estão carregadas de sentimento.

Ame, o seu nível de amor demonstrando ele ou não. Goste de suas manias, elas são partes de você. Ame seu cabelo, mesmo quando ele não se porta da maneira esperada. Ame o seu eu.


Ame os teus sentimento. Ame mesmo. Se namora, para depois pensar em amar outro alguém.




De novo não...

sábado, 18 de maio de 2013

Como é o nome desse sentimento que me faz te querer a todo momento, não me fornecendo direção  correta e tirando o brilho de todos os outros?
Esse que me faz sonhar contigo, e imaginar você sempre ao meu lado?
Como você chama isso, me explica vai...
Talvez não possa ser amor, algo parecido talvez. Um sentimento camuflado atrás do amor. É paixão, sim paixão daquelas agudas e passageiras. Droga não quero que seja passageiro.
Só pode ser carência ou falta de atenção.
Como pude pensar que é amor...
Mas pode ser necessidade de um abraço, de um beijo bem dado. Isso, necessidade.
Ainda embora que seja saudade, sentir saudade é bom. De fato não é saudade.
Quantos sentimentos cabem em uma pessoa?
Ora essa, que não seja tudo. Quero sentir todos os sentimentos sendo de carinho até amor.



Só não pode ser ilusão, de todas as coisas possíveis. Não pode ser.


Promessas Matrimoniais

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento a igreja, com seus vestidos branco e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre. ''Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde, e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?'' Acho simplista e um pouco fora da realidade. Dou aqui novas sugestões de sermões:
-Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?
-Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?
-Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?
-Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?
-Promete se deixar conhecer?
-Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?
-Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?
- Promete que não falará mal  da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
-Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que casamento algum elimina?
-Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?

Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher: declaro-os maduros.



Autora: Martha Medeiros, jornalista e escritora brasileira. 
Colunista do jornal Zero Hora de Porto Alegre e de O Globo, do Rio de Janeiro.

Saudade dói.

terça-feira, 14 de maio de 2013

A verdade mesmo é que não te esqueci, e sei que nunca vou te tirar daqui de dentro. Você desapareceu do meu mundo. Sim eu te vejo todos os dias, nos encontramos no mesmo lugar todos os dias, e até trocamos olhares na maioria dos dias, mas agora é diferente. Não somos mais crianças, não acreditamos mais na inocência do para sempre.
Você mudou, eu mudei. Não eram esses nossos planos lembra?
Tem certeza que essa barreira imaginária é realmente pro nosso bem? Não esperava essa mudança tão intensa entre a gente. Queria entender o fato de não ser eu a sua garota, aonde está escrito o nosso destino. Não posso acreditar que a nossa história terá mesmo esse fim. Sei que é confuso, minha vida é confusa...

Se não estou ao seu lado agora como em nossos desejos de criança quem vai estar?
Por mais que eu minta diversas vezes sobre sentimentos dessa vez, ao menos dessa vez não dá para negar.
Eu me importo contigo, me importo ao ponto de deixar ela te fazer feliz e não eu. Importo-me ao ponto de não querer trocar frases clichês como de costume.
Me importo tanto que não quero te machucar fazendo você recordar tudo que passamos, não quero te deixar confuso. Não quero que sinta a minha dor.

Estou aqui lentamente superando a sua falta, vai ficando ainda mais difícil conforme o tempo.
Mesmo querendo te ver longe desta boa moça tão próxima a você, eu deixo tudo como está. Tudo como você arrumou, como o destino quis.
Ainda que ela não seja a garota certa pra você, não quero me meter. Iria me machucar ainda mais, mas me entenda. Como tudo isso pode mudar?
É inútil te amar, o certo é esquecer. Esquecer as cartas, as músicas, as juras e até as viagens pelo mundo a fora.
É errado, mas eu olho para vocês juntos, e sei que ela é a garota mais sortuda do mundo.

Estou me afastando, pelo nosso bem. Pelo meu bem.
 Ainda sim sempre existirá um pedaço seu aqui, lembranças de brincadeiras, risadas e coreografias bobas ainda gravadas. Assumo estou ficando ainda mais louca, mas vou te esquecer e apagar de vez todas as vezes em que você foi meu herói.






Como chegamos a esse ponto?



Culpa do amor.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Vem no seu pensamento coisas como ''Ele é um idiota, só me irrita'' mas continua com ele. É o amor não é?
Você sabe que mesmo com todos os defeitos, ele te fará sorrir no final do dia.
Talvez ele até roube uma flor do vizinho, ou cante desafinadamente a canção de vocês.
A questão é que a intensidade do amor não te permite abandonar as manias chatas e os comportamentos fora do comum.
Afinal, tudo se resolve.

Você se arrepende de cada palavra dita de boca pra fora, e ainda sim ele esta ai. Valorize.
Pois quando esse ''bobo'' for embora virá em sua mente todos os carinhos, beijos inesperados e abraços na sua mente, e até aquela piadinha sem graça contada por ele incansáveis vezes você riria novamente. Confessa você sabe que sem ele a vida seria sem brilho.
E é amor minha cara.




Amor esse que não te deixa perder o fôlego e o riso.

Minha menina.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

O mundo é tão perigoso pra ti pequena, tem tanta gente querendo teu mal. Cuidado com suas palavras, e os efeitos que elas tem. Vai com calma existe conquistadores baratos só esperando para dar o bote.
Não force o sorriso menina, ele é tão lindo ao natural. E tudo bem chorar quando der vontade, mas não faça das lágrimas uma rotina. Apenas pense positivo e sorria verdadeiramente.

Se estiver ao meu alcance tiraria todas as armadilhas que a vida coloca no teu caminho. Não se assuste, mas tome cuidado. Eu já cai em algumas.
Precisa aprender a lidar com o teu brilho, essa tua autenticidade incomoda as mentes perigosas.
 Não acredite em tudo que te falam, a vida não é tão boa se você resolver se arriscar sempre. Acredite você  não sabe tudo, nem eu sei. Nunca pense que pode com todas as criticas sozinha, e não apresente toda a sua inteligencia ao primeiro que aparece em seu caminho. Alguém sempre irá te surpreender, seja de uma forma boa ou má.
É pequena, você ainda vai se meter em muitas enrascadas, mas lembre-se estou aqui esperando para segurar a tua mão em cada tombo.
Cuidado com os falsos amores, falsos carinhos e falsos amigos existem muitos por ai só querendo te derrubar.
Não posso te privar de errar, afinal os erros é que fazem da nossa vida mais emocionante. Só tenha consciência que cada erro tem uma consequência, e que geralmente não são boas.

Agora vá viver menina, deixa de lado esse problemas com o tempo eles serão tão bobos.


Estou aqui, soltando a sua mão com a maior cautela do mundo.



Ponto final.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Então é isso, foi ontem a minha última noite em claro por nós.
Esta será a minha última carta a você.
Sabe, eu sei que nunca irei te esquecer. Não me permito te tirar do meu coração, mas tenho que te tirar da cabeça não é meu bem?
Lembra aquela noite em que você me disse entre pausas que me amava?
De fato nunca fiquei tão feliz na minha vida. Passou.
Quantas vezes você foi meu colo nos momentos difíceis não é? Agora não mais.
A promessa seria, mesmo com o fim iriamos ser amigos. Loucura essa, como poderia te olhar sem de fato te ter.
Ainda sim, prometi.
Mesmo vendo o nosso fim, eu nunca acreditei que doeria tanto.
Ainda dói.
E aquela vez em que você me enviou um cartão '' Talvez não seja nessa vida ainda, mas você ainda vai ser a minha vida.'' Estou esperando para o nosso reencontro, nessa outra áurea.
Eu mudei sim. Mudei de cidade, de roupas, e até a cor do meu cabelo não é mais a mesma, só não pude mudar de coração.

Evitei qualquer noticia sobre você, mas eu sentia quando as coisas não estavam bem.
Lembra aquela nossa briga em que você me mandou embora, e eu simplesmente deitei ao seu lado e te abracei. Foi ali, naquele dia que percebi o quanto meu coração te pertencia.(pertence)

Te procuro aqui, mas nenhum garoto será capaz de ser quem você foi pra mim. Nenhum se tornará meu porto seguro. Meu lugar é contigo, seja nessa ou em qualquer outra vida.

Mas ontem, em meio aos meus pensamentos pude ver o coração enorme que tenho. Mesmo arranhado e com algumas partes com 'feridas' expostas. Ele conseguiu amar você com uma imensidão tão profunda. Me certifiquei de que você nunca será amado como eu te amei. Porém um dia, meu coração se entregará assim como o seu seguiu em frente.

Eu prometo não te tirar do meu coração, mas prometo acima de tudo seguir em frente com ou sem você.

Até a nossa próxima vida. Meu amor.


Já ouvi esse amor.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Ela é calma, prioriza poucas amizades e não troca uma boa literatura por qualquer tipo de evento. O ''tesouro'' da família e superprotegida. Intocável, sentimental e de coração bobo.
Em meio a citações de Shakespeare e chás naturais. Apaixonada por palavras e se entrega por bons contos.

Ele é hiperativo, vive rodeado de amigos seja em bares ou em seus sagrados jogos por ai... Possui de fato as vantagens de ser garoto. Faz o que bem entende e vive no mundo da lua.
Nada como passar horas no twitter, jogando play ou assistindo seriados.

Mundos totalmente diferentes, amigos diferentes, gírias diferentes e sem contar os pensamentos. Mas os caminhos se cruzaram.
Sem muitos esforços saíram risos de ambos os lados. Era só uma noite.
Despediram-se enfim, um sorriso bobo sem dúvidas ficou marcado ali. Sorriso esse que pede para sair em cada conto que ela lê e em cada seriado que ele vê.

Como Eduardo e Mônica de fato opostos, mas é para ele que ela deseja boa noite baixinho em seus pensamentos, e é para ela todos os pensamentos da manhã.




Para você.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Faz tempo que te quero contar tudo que se passa aqui dentro, sabe dói te ver como se nada entre a gente tivesse existido. Como se tudo de fato fosse apenas mais um de meus contos.
Já te pedi desculpas?
Sim, desculpa. Desculpa por ter te abandonado quando mais precisou, desculpe-me por ser tão imatura ao cuidar de seu coração. Lamento por com as minhas próprias mãos ter colocado fim em nossa história.
Algum dia, talvez quem sabe você ouvirá meu nome e apenas recordará de nossos risos, sonhos e planos.

Planos esses que nunca tive com ninguém (nunca duvide disso). Me condeno tanto por seus sorrisos não serem meus.
Todas as noites em silêncio eu me recordo de você, com aquele seu jeito encantador me chamando de princesa...
Perdi tudo isso não é?
Perdi o meu guardião, quem agora vai sumir com os monstro que rondam meu castelo?
Quem além de você será meu porto seguro?

Admito, errei e muito. Mais grave que meu erro seria não te querer.
Permaneço aqui, sentada em meio aquela enorme magia que só nós tínhamos.
Não me esqueça, pois eu nunca serei capaz de te esquecer.










[...]Mesmo se os céus ficarem severos[..]


Sem espaço.

Lembra do nosso abraço?
Você costumava dizer que era o seu favorito.
Como tudo isso pode acabar, para onde todo esse amor se foi?

O que era infinito ontem, hoje já não importa. Eu te procuro ainda sim, sem saber ao certo a razão, apenas clamando pelo seu calor.
Não me deixa sozinha nunca mais, não desiste de toda a nossa história agora.

E as nossas risadas na madrugada e como eu afirmava que elas eram exclusivas suas. Na verdade ainda são.

Com você não sei interpretar o papel de boa moça, responsável e carinhosa. Sou apenas eu mesma, sem máscaras. Aquela garota boba de sorriso fácil e desastrada como nunca.

Vem pra mim com todos os seus contos, músicas e carinhos. Estou disposta a ter tudo isso assim como eu  te quero. Sem limite ou data.