Meu eterno.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Eu prometi com todas as minhas forças te tirar daqui.
Mas você precisou me dizer apenas ''Oi'' que eu já senti toda a nossa magia, sou boba.

Me deixei levar, com a ideia de que um dia você sairia da minha cabeça da mesma forma que entrou.
Agora estou  te escrevendo mais um vez...

Não vou mais dizer a última, não quero mais acreditar que um dia eu te esqueça.
Porque é como dizem, tudo que realmente é verdadeiro levamos para o resto de nossas vidas.
E eu sei, que é e foi verdadeiro.

Talvez o nosso fim, não tenha ponto final quem sabe apenas um virgula?
Eu fugi, abandonei tudo na esperança de abandonar você também. Mas não é assim que as coisas funcionam, porque mesmo aqui 100 km aproximadamente longe de ti eu sinto teu cheiro e ouço a tua voz me dizendo que tudo vai dar certo. Sinto teu abraço e até vejo você na próxima esquina. Loucura não é?

Meu porto seguro se tornou nas lembranças daquelas férias de verão, aquela em que você me puxava para o fundo de uma piscina qualquer, os nossos invernos sempre juntos em baixo daquela coberta azul desbotada que eu tanto adorava.
Só lembranças me restaram.
Hoje mais do que nunca, eu te prometo nunca te esquecer. Não me permito te esquecer.
Abraço forte todos os sentimentos puros ainda que gastos com o tempo são teus.

Me perdoe por te escrever, me perdoe por te amar.



Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário