O mais puro sorriso.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013



Eu a vi, ela é uma verdadeira rainha, nos abraçamos por longos e repetidos momentos até sentir uma gota de lágrima cair sob sua blusa. Foi o abraço mais verdadeiro que já dei em alguém.

Rimos por alguns minutos, contamos novidades e se distraímos em meio a um supermercado lotado. Até que, ela me diz com insegurança:

_Meu filho está aqui.

Foi como sentir, que era realmente apenas o filho dela. Não nosso amor, como era de costume...

Senti algo bater em minha perna, era ele. Com aquele sorriso maravilhoso, que me domina sem se quer fazer esforço algum.

Por um momento senti tudo parar, desde o tempo ao meu coração. Ele agora é só um menino com uma mãe maravilhosa, que toda garota sonharia em ter como sogra.

Não entendo até hoje, esse efeito louco que ele tem em mim, é como se eu sentisse meu oxigênio tão mais leve ao ter ele por perto.

Besteira! acabou.

Pelo menos, é o que meu sorriso tenta demonstrar, mas só eu sei que ele foi e sempre será o único que consegue me fazer rir, com coisas bobas e apelidos estranhos.

Ouvia a minha razão dizer, saia daí imediatamente. Mas meu coração suplicava pra continuar ali, quietinha.

Droga esqueci o que ia comprar!

Despeço-me logo para parecer feliz o suficiente para deixar o passado para trás.

Sai de lá com uma porção de chocolates porque sabia que depois daquele reencontro, só um chocolate me acalmaria.

Quem estou enganado?

Estou ouvindo aquela nossa música brega e antiga, quando você cantava junto com a letra que queria fugir comigo só pra ser o meu amorzinho, lembra?

Chocolates e música no fim é hora de abrir minha janela e deixar o sol entrar.

E fantasiar esse sorriso que carrego, porque o verdadeiro ainda é seu.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário